3 de jun de 2012

COWBOYS & ALIENS

Filme de enredo e desenvolvimento bem bobo, poderia ser melhor.
Interessante assistir Harrison Ford em papel coadjuvante, coisa difícil de se presenciar, e posso dizer que Daniel Craig está ótimo em um papel bem minimalista.
Escrevo sobre este filme porque vale a pena comentar as produções que Steven Spielberg vem financiando já há anos na indústria cinematográfica e hollywoodiana. Pesquise e repare as séries para televisão a cabo e filmes aonde houve alguma interferência dele. Taken, Super 8, Transformers...
Para mim é claro que este grande artista é um profundo conhecedor das verdades que envolvem alienígenas na Terra. O cara sabe de tudo sobre oque até hoje andam a esconder com exímia habilidade de toda humanidade.
E qual é a tônica que Spielberg observou nos originais de Cowboys & Aliens para valer botar a mão na carteira e sacar alguns milhões de dólares?
O filme está carregado de alusões a Nibiru e aos seus habitantes Anunnakis. Para quem não conhece, Nibiru é nosso "planeta-primo"... um corpo estelar que transita em órbita estranha, entre nosso Sol e Sírius.
É tido como certo (com evidências não comprovadas, ou omitidas por nossa ciência) que Sumérios registraram uma das empreitadas mais espetaculares deste povo aqui no Planeta. De tempos em tempos, Nibiru se aproxima do Sistema Solar e Anunnakis vem 
matar a saudade de seus primos inferiores.
Neste filme o toque é dado: a exemplo das tábuas sumérias, alienígenas chegam na Terra para uma única finalidade: mineração do ouro. Os motivos não são apresentados mas vale lembrar que Anunnakis são tidos como seres "meio metálicos", meio orgânicos porém com linhagem sanguínea diferenciada de nós.


Mas não estamos falando de nossa época e sim de 1873 em pleno Arizona...terra de cowboys e índios! Parece que alienígenas não irão encontrar dificuldade em extrair ouro com meia dúzia de pangarés de chapéu e cavalo. Mas estamos na América,aonde o "sonho é possível"e mais uma vez venceremos a despeito da absurda diferença de forças.
Outro detalhe muito interessante sobre este filme é a tensão e conflito entre desbravadores do oeste e índios...os últimos recebem até uma homenagem justa e mística que lembra muito Carlos Castaneda.
Mesmo fraco, o filme vale simplesmente por ter Steven Spielberg nos créditos!