22 de set de 2013

NOW YOU SEE ME

Já pensou porque não existe um único filme transportando para o cinema os livros de Carlos Castaneda? O autor deixou aqui no planeta uma excelente equipe de advogados que impede uma divulgação em massa de seus ensinamentos. 
Mas a obra de Castaneda é brilhante e artistas em geral sempre irão dar um jeito de expor o mundo alucinado que ele nos apresentou.
"Truque de Mestre" (título nacional), faz parte desta prosa!

Quatro intrigantes mágicos são selecionados para uma grande empreitada e todos aceitam o convite sem saber quem os contrata. Entre eles está o ator Woody Harrelson que tem poderes hipnóticos, e digo que tal qualidade nunca será mágica ou ilusionismo e sim puro contato com esferas superiores de nossa própria essência humana.
O que estes caras fazem no filme é inacreditável e a trama que nos leva ao final é magnífica para quem vê o filme pela primeira vez.
Uma segunda sessão revela Castaneda.
O autor de "Tales of Power" e "The Art of Dreaming" surge através de um dos dois de seus maiores conceitos: a arte da espreita. Quando o filme se encerra percebemos qual foi o esforço, interpretação e vivência necessários para que toda a trama fosse concluída e o desejo de uma pessoa fosse precipitado! 
Castaneda afirma que existem duas maneiras de fazer uma conexão com o incompreensível: ou você é um viajante através dos sonhos (viagem astral) ou é capaz de fazer tal link através de uma verdadeira mudança em seu comportamento, chocando seu status quo.
Para a maioria de nós, interpretar ainda é o melhor modo de estarmos em sintonia com nossas verdadeiras qualidades...deseja ser saudável e possuir todos seus orgãos em perfeita harmonia (por exemplo)? Viva esta condição e aceitação a todo segundo!!!
Acabei ficando com a sensação que de uma forma ou outra, somos todos mágicos...
Assista! Grande "entertainment".

12 comentários:

  1. Olá Ricardo,
    Achei muito, muito interessante sua indicação para o filme assim que eu tiver oportunidade vou assistir,amo filmes nesse estilo,realmente vc me deixou curiosa.
    Desejo-lhe uma linda semana.

    beijos
    Joelma

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ricardo!
    Que viagem, heim?
    A nossa imaginação é muito poderosa e temos que ter cuidado com o que pensamos, afinal, dada a nossa "força" somos capazes de manifestações que estão além do nosso entendimento.
    O Thomas Green Morton realizava viagens cósmicas e levava pessoas a flutuarem por mundos paralelos. Ele foi desmascarado por um estudioso americano e os amiguinhos que vendiam o peixe do mago, afastaram da sua convivência. Não sei qual chá eles tomavam :)
    Mas é interessante o tema do filme, que alimenta aquilo que a nossa imaginação semeia.
    Obrigada pela visita ao "Luz"!
    Feliz primavera!!

    ResponderExcluir
  3. Hola Ricardo, gracias por tu visita. Un texto bastante interesante.
    Un abrazo de luz.

    ResponderExcluir
  4. Já consegui aqui. Vou assistir no fim de semana.
    Nunca mais tinha passado por aqui. Fico feliz que você tenha habilitado os comentários novamente.

    ResponderExcluir
  5. Boa dica a tua! Obrigado pela visita lá no céus...abraço, praiano,chica

    ResponderExcluir
  6. O Castaneda sabe dos caminhos que nos levam a liberdade. Cara, conheço pouco da obra dele. Gostaria de ir mais além das suas frases famosas. O seu texto reavivou esse desejo! Ótima dica de filme e leitura!

    ResponderExcluir
  7. Parece que todas as boas coisas nos chegam assim, aos pouquinhos...talvez porque este "mundo alucinado" seja difícil de ser plenamente visualizado por criaturas ainda em estado de dormência como nós...
    Uma excelente sugestão!

    Um abraço

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  8. Já assisti e considerei muito bom. Valeu a pena. Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Ha sido muy grato leer tu relato, es interesante
    Un abrazo
    Stella

    ResponderExcluir
  10. Ricardo, sobre seu otimo comentario, obrigada:
    Sou uma sonhadora e é isso que meu texto propôs, porque a cada dia que passa vejo pessoas mais e mais individualistas.
    Hoje caí na rua, ninguem ajudou, ninguem perguntou se eu me machuquei. É triste.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  11. Caro irmão; é fantástico o que podemos fazer ao abrirmos nossos olhares e mentes para além desta vivência carnal e mundana. Transportemo-nos a momentos e mundos que longinquamente não existem, mas está ai, reais a uns e sonhos inatingíveis a outros. Bom este filme mexe demais com todos que buscam compreender o incompreensível. Parabéns pela dica é uma ótima viagem astral e imaginária, dons conquistados noutras vivências, outros dons adquiridos nesta e uma busca incessante por uma visão ampla do todo!

    ResponderExcluir