5 de jan de 2014

THE DYATLOV PASS INCIDENT

Eu tinha a intenção de escrever uma crítica sobre este filme mas achei tão boa esta que segue que resolvi repostá-la deixando os devidos créditos e agradecimento ao site. O filme em questão se utilizou de um dos momentos mais misteriosos da humanidade no século XX. Uma das conclusões da investigação do caso nos foi reportada assim: " a causa da morte foi por conta de uma força elementar que os turistas não puderam superar". Conclusões recentes só apontam para um caminho coerente: ali houve algum contato alienígena. Mas o filme propõe o Experimento Filadélfia e Wormholes oque me pareceu original mas estranho...bom sei lá, assistam!


FICHA TÉCNICA

Título Original: The Dyatlov Pass Incident
Ano do lançamento: 2013
Produção: Estados Unidos
Gênero: Thriller
Direção: RennyHarlin
Roteiro: Vikram Weet

Sinopse: Cinco estudantes norte-americanos viajam para Passagem de Dyatlov em busca de respostas sobre os eventos ocorridos na década de 1950, quando nove esquiadores russos morreram inexplicavelmente. Gravando um documentário, eles percorrem a trilha amaldiçoada dos Montes Urais e logo começam a desconfiar que não estão sozinhos no local.
Por Jason

Antes de falarmos desse filme do diretor de Duro de Matar 2, precisamos entender o mistério no qual ele se baseia. Em 1959, um grupo de nove pessoas, experientes montanhistas e escaladores, desapareceu nos Montes Urais, na então União Soviética. A descoberta dos corpos mais tarde, que deveria explicar o que houve com o grupo, só complicou ainda mais a situação ao invés de ajudar a esclarecer o mistério. Tudo porque eles foram encontrados carbonizados, com um elevado nível de radiação, coloração alaranjada e desnudos, mesmo debaixo de um frio congelante. Havia também sinais de envelhecimento precoce – o cabelo de uns estavam brancos e chamou atenção o fato de que um dos montanhistas teve a língua arrancada.

Os investigadores concluíram que os montanhistas rasgaram suas barracas de dentro para fora no meio da noite, assustados com algo, e saíram correndo debaixo de uma nevasca – não se sabe, contudo, do que. Os corpos ficaram preservados por causa da temperatura e não demonstravam sinais de luta, mas as vítimas tinham crânios fraturados e costelas partidas. A hipótese de avalanche foi descartada não só pela disposição dos corpos, como também pelo fato de terem encontrados vestígios de que as vítimas fugiram de algo desconhecido usando roupas deixadas por quem já tinha morrido. As barracas, excetuando os rasgos feito por eles, também estavam intactas mesmo dois meses depois de buscas.
O caso não teve uma conclusão, uma vez que pessoas relataram que na época havia nos céus luzes alaranjadas, de origens desconhecidas, que poderiam ter ou não a ver com o sumiço dos nove esquiadores. Para alimentar ainda mais o mistério, segundo uma antiga lenda mansi, a Montanha dos Mortos, onde os nove corpos mutilados foram encontrados, foi assim chamada devido a um acidente semelhante em que nove homens mansis também foram encontrados mortos enquanto tentavam se salvar de uma inundação da antiguidade.
Partindo desse pressuposto, que renderia um filmaço de mistério e discussões calorosas a respeito do que aconteceu com o grupo, o filme vai na contramão e traz o estilo já cansado de Atividade Paranormal, emulado em tantos outros filmes que já deu o que tinha para dar. Logo no começo, já sabemos o destino dos personagens – os jornais dão a noticia do desaparecimento do grupo. O espectador conhece o grupo de cinco pessoas, americanas, que vão refazer a escalada até os montes. Todos os personagens são desinteressantes. No meio do caminho, eles fazem apresentações para a câmera, didáticas, explicando o que houve com as pessoas em 1959, onde foram achadas mortas e as teorias a respeito sobre o caso. Encontram uma pessoa que presenciou todo o acontecimento, dando uma versão para os fatos, e conversam com ela
antes de partirem.
Na montanha, uma avalanche leva logo uma das personagens. O grupo é forçado a abandonar um deles, ferido, que é morto por dois militares. Na fuga, os três restantes descobrem um bunker militar, com uma rede de tuneis. De repente, sai o filme de suspense e entra o filme trash. Os sobreviventes são atacados por criaturas deformadas – no melhor estilo Chernobyl – e descobrem uma trama envolvendo até mesmo O experimento Filadélfia, viagem no tempo e um portal, para desespero de qualquer espectador que esperava alguma coerência em toda essa confusão. Os efeitos especiais são pobres, as atuações precárias e a direção não tem nenhuma nota autoral, embora escape em uma ou outra cena eficiente em criar suspense. O final capenga só piora tudo. Com roteiro horrível, atuações ruins e estilo cansativo, o filme desperdiça um dos maiores mistérios da humanidade com um terror tosco de doer.

Por Kadu Silva em 12.09.2013

AGRADECIMENTO AO SITE E FONTE DO CONTEÚDO: http://www.ccine10.com.br/

9 comentários:

  1. As vezes, quando estamos buscando por respostas e alinhados ao universo, ELE responde em forma de toques sutis. É na boca de um, num livro, em um acontecimento, numa conversa com alguém, na indicação de um filme, na composição de uma música. As coisas vão e vem, até que nos chegam, clareia e nos revela. Vou procurar este filme, quem sabe!!

    ResponderExcluir
  2. Olá, nem vou assistir, pois não gosto de suspense.
    Ainda se fosse bom...talvez
    Beijos
    Lua Singular
    Você está na minha lista de blogs amigos.

    ResponderExcluir
  3. Puzzling ... mysterious ... strange ...
    Greetings.

    ResponderExcluir
  4. Wow me encanta el suspenso!!!
    Buen comienzo de año, Ricardo!!! mi g+ para ti!!!:)))

    Besos, desde España, Marcela♥

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ricardo!
    Existem muitos filmes com pessoas perdidas na neve e que o final não é lá muito bom. Será que faz bem alimentar pensamentos negativos que em geral corregam os filmes de terror e suspense?
    Sei de pessoas que assistiram a esse filme e imaginavam um filmaço e se decepcionaram. Viram algo no estilo de “A Bruxa de Blair” em que usam câmera de mão para parecer documentário...
    Desse eu passo! :)
    Feliz 2014!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  6. Gosto de filmes de suspense, mas esse não me agradou. Exagero e decepção (rss). Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Acabei de conhecer o seu blog através de um blog amigo.
    Parabéns, ele é ótimo e estou seguindo.
    Desejo que você tenha um ano abençoado
    com muita paz, saúde e sucesso!!!

    Hiéli
    Blog Manyélly
    http://manyelly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ricardo, Feliz Año! Una entrada con mucha intriga, y misterio.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  9. Boa noite Ricardo ,adoro filmes de suspense e estava doida para assistir esse ,ainda bem que li esse post ,o título do filme engana.Um maravilhoso final de semana.
    http://crismandarini.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir