27 de jun de 2014

ENSAIO: O QUE PENSO SOBRE O PROJETO HAARP

Para abordar o tema é necessário retornar ao começo do século XX e localizar o genial cientista Nikola Tesla, merecedor de postagens exclusivas tamanha é sua influência no mundo moderno.
Atenho-me a uma de suas visionárias idéias e inspirações: observando tempestades com raios, Tesla constatou algo que quase ninguém repara: ali existe transmissão de eletricidade pelo ar, sem fios. Simples e verdadeiro! 
Juntando o profundo conhecimento eletromagnético e seu espírito altruísta, o cientista logo percebeu a possibilidade de um fornecimento ilimitado (e meio que gratuito) de eletricidade para os povos do planeta. E para isso contava com a ionosfera, uma alta região da atmosfera, rica em íons, que como vimos na postagem anterior, são excelentes átomos para a condução de elétrons.
Qual era a ideia? Tesla, através de suas bobinas, pretendia lançar poderosas correntes elétricas para a ionosfera, em pulsos de 8 segundos (o tempo que um elétron demora para rodar o planeta) e assim gerar uma corrente contínua de eletricidade ao redor do planeta, que posteriormente seria captada por instrumentos de recepção pelo mundo afora e redistribuída para os lares, fábricas, etc...bela intenção! Thomas Edison que na época já tinha travado uma guerra particular com Tesla, o achava insano e perguntava-se: como pode alguém pensar em energia livre? Aonde ficam o lucros?
Mas o cientista nascido na atual Croácia não foi bem sucedido neste teorema, porém inúmeras de suas patentes estão em eterna revisão pelos cientistas modernos.
Nikola Tesla é o mentor e patrono do Projeto Haarp, que entrou em funcionamento em 1993 no Alasca. As instalações do projeto, possuem inúmeras antenas de alta frequência que enviam ondas para a ionosfera, aquecendo-a. Depois são analisados os resultados desta interação. Pretende-se assim e oficialmente estudar a fundo a transmissão de ondas eletromagnéticas pela ionosfera.
Se com estes estudos os cientistas descobrirem padrões de comportamento físico-elétrico mais confiáveis do que os que já possuem, muitas novas tecnologias estarão disponíveis nas áreas de comunicação, navegação, transformação de energia e quem sabe até a realização do sonho de Tesla. Vale lembrar que muitas bandas de ondas de rádio operam normalmente pela ionosfera e por um efeito refletor. Quanto mais soubermos sobre o assunto melhor. Gostaria eu de estar envolvido nisso...
Sou fã e acredito em um monte de "teorias da conspiração". O Projeto Haarp é massivamente bombardeado pelos "teóricos", que alegam a possibilidade de uso desta tecnologia em guerras geofísicas, controle do clima, produção de terremotos e maremotos (a exemplo do Haiti), controle mental, enfim... se observarmos nossa história, veremos que de fato grandes descobertas foram usadas para finalidades bélicas e de aniquilação.
Mas não sei, neste caso em especial, sinto vontade científica desacoplada de interesses perversos de dominação. Óbvio que está em jogo grandes interesses financeiros sobre novas patentes e produtos. Mas tenta-se antes de mais nada, entender melhor nosso planeta e suas possibilidades. Business my friends!
E posso sim estar enganado e ser um ingênuo com este discurso...

11 comentários:

  1. Hi Ricardo,
    Your essay is very interesting.
    Wishing you a wonderful weekend.
    Greetings.

    ResponderExcluir
  2. Para entender melhor é necessario procurar mais artigos sobre o tema... mas achei interessante a briga pelo lucro... sempre o dinheiro movendo o mundo...

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente o Haarp tem sido usado contra nós, numa guerra de poder, mas sem dúvida nenhuma a visão de Nikola era de uso em benefício do homem. Como uso do avião que ao ser inventado serviu à guerra o que matou de tristeza Santos Dumond

    ResponderExcluir
  4. a nova era está em qual dimensão... pode ser próxima da fenda do tempo

    ResponderExcluir
  5. Oi Ricardo querido

    Sua filha deve ter um baita orgulho de você.

    Parabéns...

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  6. Desconhecia, que Nikola Tesla, fora o mentor do Projecto Haarp...
    No entanto, Ricardo, tenho certas dúvidas, quanto ao carácter altruísta do actual projecto.
    Não é este projecto, que já estará a alterar o comportamento, em termos de rotas migratórias, de numerosas espécies animais no Alasca?... Causando maior desorientação, aos animais que se orientam através do seu sistema de sonar?
    Serão eles as primeiras cobaias?...
    Tema super interessante este... Parabéns pelo post!
    Um abraço
    Ana

    ResponderExcluir
  7. Pelo pouco que li e entendi a respeito, e sem querer ser pessimista, acho mais provável que projetos desse porte seja destinado a fins bélicos e/ou de manipulação climática, do que o de fornecer energia quase de graça, afinal de contas quem conseguir controlar o clima, tornar-se-á um semi D...
    Sem dúvida esse é mais um assunto interessante.
    Abraço...

    ResponderExcluir
  8. Quantos gênios que existem na humanidade que morrem de fome, pois não conseguem vender seus inventos, pois só ajudariam os mais pobres e isso nunca interessaria aos donos das grandes empresas.
    A vida seria muito mais barata e prática se não houvesse a disputa e a ganância dos homens.
    Um beijo
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  9. Confesso que nada percebo da maior parte das matérias que você aqui foca tão bem.
    Mas, precisamente por não perceber, é que me agrada tanto vir a este espaço. Saio sempre mais enriquecida. Parabéns pelo interessante e curioso texto, Ricardo.
    Bjo :)

    ResponderExcluir