29 de mai de 2013

O NASCIMENTO DE GAIA

com texto de:
lisa teixeira


O NASCIMENTO DE GAIA

Águas turvas e lamacentas
Escorrem pelas encostas dos montes
Mãe Terra está em trabalho de parto
O sangue verte sobre teu solo farto

A vida escoa diante dos olhos
Perde-se em meio a seu próprio entulho
Para o Homem é chegada a hora!
De insistir nesse imenso barulho

Tua cegueira não pode ir além do véu
Gaia sente dor!
Precisa deixar ir o que for
Dar luz à nova Terra por amor

A transição acabou
Somos os parteiros de uma nova aurora
Somos chamados ao auxílio agora
Arregaçar as mangas pela vida sem demora

Momento de dar as mãos
De repartir o pão
De olhar nos olhos do irmão
De enfim,fazer a grande fusão

Que seja realizado o plano divino sobre a Terra
Que uma nova consciência desperte e impere
Que o coração humano possa transcender
Para no amor dessa imensa luz florescer