17 de ago de 2013

ENSAIO INTERNACIONAL



Israel é um país pequeno em território e a nação judaica deseja crescer, porém são poucas as possibilidades que não impliquem em julgamento popular exagerado e maiores problemas técnicos, afinal o país está cercado por muçulmanos por todos os lados.
Uma solução é montar base na Síria. Para isto os Estados Unidos, seu aliado histórico, entra com tudo e enxerga a chance de também ter  mais bases militares, ficar mais próximo do Golfo Pérsico e possuir mais um centro operacional de todo o comércio de papoulas que são plantadas no Afeganistão e produzem a heroína e o ópio, que sustentam o mercado mundial de drogas e alimentam os sonhos de controle do Governo Sinistro Secreto.
Também vale lembrar que todos os países que estão na periferia do Mar Cáspio possuem riquezas naturais que ainda não foram exploradas.
O contra-ataque sírio anda em boa formação afinal nestas horas a comunidade islâmica se une tendo em vista as possíveis implicações com Irã e Iraque. E assim e desde meados de 2001,quando do incidente World Trade Center, está em andamento uma preparação para um evento “ guerra mundial ”. Se China e Rússia também estiverem de fato levando a sério o assunto então a coisa vai ferver.
Devemos estar atentos com o andamento da situação no oriente médio, não podemos ser iludidos nesta armação!

Um comentário:

  1. Realmente es un tema muy serio y a tomar en cuenta.
    Buen artículo, te dejo un abrazo.
    Buen fin de semana!

    ResponderExcluir